Aquecimento Global para leigos

O tema Aquecimento Global é quente, sem trocadilhos, porque está profundamente ligado à questão ideológica.

O clichê é que pessoas de Esquerda defendem o Aquecimento Global como um fenômeno causado primordialmente pelo homem, porque a Esquerda é contra as grandes corporações, que, segundo a concepção deles, contribuem para destruir o planeta com sua atividade (o que não deixa de ser verdade, até certo ponto).

Já as pessoas de Direita enxergam uma grande Teoria da Conspiração porque se há aquecimento isso justificaria Estados mais intervencionistas de esquerda. Assim ONGs ambientalistas e outras forças de esquerda fariam lobby para tentar vender a ideia que o mundo estaria à beira de uma catástrofe (o que contém algumas pitadas de verdade, mas é exagero).

Nesse artigo não me cabe entrar no mérito de Esquerda ou Direita. Afinal, essa discussão não deveria envolver credos políticos ou econômicos, porque se trata de Ciência e não Sociologia, Filosofia, Política ou Economia.

O romancista escocês Tobias Smollett (1721–1771) muito sabiamente dizia: Fatos são Coisas Teimosas. Como tal, eles estão alheios aos desígnios de nossa vontade. Seria ótimo para todos se o Aquecimento Global fosse uma grande bobagem e não pairasse nenhuma ameaça no ar.

Também não quero balizar a defesa desse ou daquele lado baseado na opinião do cientista A ou B. Isso não seria prosa científica, apenas apelo à autoridade.

A minha ideia é explicar um pouco sobre o Aquecimento Global, sob o prisma de um leigo. Para tal tive que pesquisar partindo de um quadro em branco, sem ideias preconcebidas, que é a mesma postura que peço a meu leitor, desde que ele tenha alguma lembrança de Ciências do tempo da Escola.

Como o principal componente do Aquecimento Global está ligado ao Efeito Estufa, busquei e elaborei uma explicação mais detalhada do mal compreendido Efeito Estufa, adicionei uma digressão sobre a quantidade de energia que vem do sol e sua variação ao longo do tempo, e finalizei abordando a mini era do gelo que estaria vindo, segundo alguns veículos de imprensa.

1) O sol emite na sua superfície as chamadas ondas eletromagnéticas, com vários comprimentos de onda. Há ondas de rádio, raios ultravioletas, infravermelhos, luz visível e raios X. Outros raios emitidos no núcleo do sol, como raios gama, altamente radioativos, são felizmente absorvidos até chegar à superfície do Sol.

Espectro Eletromagnético - Fonte: Khemis [CC BY-SA 4.0 via Wikimedia Commons]

Sem a energia vinda do Sol, não haveria qualquer vida sobre a Terra da forma como a conhecemos. A Terra seria uma bola escura e fria.

2) A atmosfera terrestre, por sua vez, altera a composição original da energia solar. Os raios-X são quase totalmente absorvidos pela alta atmosfera. O ultravioleta é, em boa parte, absorvido pela camada de ozônio e também pelas nuvens, quando presentes. Assim a energia do Sol que chega à Terra está sob a forma de ondas de rádio e luz visível, acompanhada de um pouco de infravermelho e ultravioleta.

Sem essa filtragem pela atmosfera, a Terra se tornaria um lugar inóspito.

3) A temperatura do ar é proporcional à energia com que as moléculas de ar se movem (*2), já a sensação térmica, que alguém sente, está associada não apenas à temperatura, mas também à quantidade de colisões de moléculas d