Olhares

Eu sempre fui apaixonada por animais. Quando criança, houve uma época em que morávamos num apartamento pequeno com dois passarinhos, dois cachorros, uma tartaruga e alguns peixinhos. Naquela época era comum ganharmos pintinhos como lembrança de aniversário, e eles acabavam se juntando ao resto da família. Isso tudo sem contar com os gatos que meu irmão e eu adotávamos no clube ou na rua, e trazíamos escondidos para que nenhum adulto percebesse. Depois que eles já estavam em casa, a batalha estava ganha pois nossa mãe acabava aceitando os novos hóspedes.

Acho que o que sempre me encantou nessas criaturinhas foi o olhar. Quando a fotografia se tornou essa maravilha que é hoje, sem necessidade de filmes e revelações, passei a registrar momentos desses nossos companheiros. Tal qual uma mãe coruja, estou sempre pronta para eternizar suas carinhas ou façanhas. Fotografo sem nenhuma técnica, apenas com o olhar apaixonado. Em tempo: com exceção dos passarinhos, que aliás sempre foram criados soltos, todos os gatos e cachorros abaixo foram adotados e devidamente castrados. Dois deles já partiram, mas foram muito amados e cuidados.

Animais são os seres mais fantásticos que Deus colocou na face da Terra.