Gladiadores eram vegetarianos. Como assim? E como conseguiam ser tão fortes?

15.01.2017

Que os gladiadores eram escravos, criminosos, prisioneiro de guerra, que eram treinados para lutar até a morte, com animais selvagens ou pessoas, todo mundo sabe, não é? Mas você sabia que gladiadores eram vegetarianos? 

 

Um trecho de um programa do Discovery Channel (As Expedições de Josh Bernstein), mostra evidências que os gladiadores eram vegetarianos. O antropólogo forense Fabian Kanz, do Instituto Antropológico Austríaco, afirma que o alto índice de estrôncio indica que a alimentação dos gladiadores era vegetariana e atribui isto ao alto custo da carne na época.

 

 

Os gladiadores tinham que ser fortes, musculosos para lutarem por suas vidas. Mas se eram vegetarianos, qual era a fonte de suas proteínas? 

 

Eles tiravam as proteínas de grãos, com destaque para cevada. Pra quem não sabe, a cevada é um grão que contém todos esses nutrientes: (Fonte: dicasdemulher.com.br)

 

- Selênio: tem ação antioxidante, ajuda a regular os hormônios da tireoide, auxilia na prevenção de cânceres e na saúde do sistema imunológico.

 

-Magnésio: regula a absorção de minerais, auxilia na saúde de ossos e músculos. Também ajuda o corpo a produzir energia e a manter o ritmo cardíaco normal.

 

-Cobre: auxilia a atividade celular, ajudando na produção de energia e proteção.

 

-Cálcio: contribui para a saúde de ossos e dentes, construindo-os e mantendo-os fortes.

 

-Manganês: também ajuda na formação do osso é um componente de enzimas que ajudam na regulação de colesterol, carboidratos e aminoácidos.

 

-Fósforo: assim como o cálcio, o fósforo está diretamente ligado à saúde de dentes e ossos. Além disso, ajuda a manter o pH do corpo em nível regular.

 

-Vitamina B1: a vitamina B1, ou tiamina, é uma das vitaminas do complexo B presentes na cevada. Esta vitamina tem propriedades essenciais para o bom funcionamento do coração, do sistema nervoso e dos músculos.

 

-Vitamina K: tem grande papel na coagulação sanguínea e contribui para a saúde do esqueleto.

 

Todos os grãos são ricos em ferro, proteínas e outros elementos que proporcionam saúde e força às pessoas, assim como folhas verdes escuras: uma folha de couve possui mais ferro que um bife, e mais cálcio que o leite.

 

Moral da história: se o seu médico ou nutricionista, disser que você precisa de carne no seu prato, troque de médico e de nutricionista .

 

A necessidade de comer animais, (sinônimo de dor, sofrimento e morte), atende aos interesses de uma Indústria, inescrupulosa e bilionária. E no caso dos profissionais da saúde, a maioria das vezes é porque estão desinformados, desatualizados, na contramão da medicina moderna, que não incentiva mais as pessoas a comerem carne. Não precisamos de carne, precisamos de grãos e todas as outras fontes, vegetais, de proteína e ferro. Se o médico insistir, o questione sobre a força dos gladiadores vegetarianos, sobre mim, que beirando os 60 exibo, orgulhosa, meus músculos, sendo vegan, portanto, não consumindo nada de origem animal e de meu neto, vegano, de quase 2 anos, que é apelidado de Gulliver baby (o bebê gigante).

 

  

Se minhas palavras e imagens, conseguirem converter uma pessoa, já terá valido muito à pena. De grão em grão, vamos construindo uma nova maneira de agir e se alimentar.

 

Leia Mais

Artigos Relacionados:

 

-  Como emoções afetam a saúde segundo a Medicina Chinesa por Sol Medeiros

-  Receita Fit: Pão de queijo sem queijo... por Nathália Motta

Traduzir-se – uma homenagem a Ferreira Gullar e à incoerência do existir por Yedda Macdonald

 

 

Outros Artigos:

 

- Por um mundo com mais Palhaços por Lili Castro

- Maldivas para aventureiros por Nanda Haensel

- Não se faz mais boa música? por Paulo Buchsbaum

Sandra Zatz

 

Minha vida sempre se equilibrou, de forma muito louca, entre a alegria e a dor. E do bulling por ser gorducha, pulei para o lugar mais alto do pódio, em se tratando de graça e beleza. Meu trabalho sempre foi uma festa. De repórter à assessoria de Imprensa, tudo foi arte, show e rock and roll. Mas o tempo, implacável que é, machuca e te joga de novo no olho do furacão do bulling da idade avançada e da cara caída do trem. O glamour de ontem ficou lá atrás. Hoje rio da dor, do desamor e essa outra pessoa que habita em mim, é bem melhor do que já foi.

 

 

 

 

Please reload

 SIGA-NOS AQUI TAMBÉM 
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W
 os mais RECENTes : 

August 6, 2018

August 3, 2018

July 18, 2018

July 11, 2018

Please reload

Please reload

Copyright © 1Olhar 2017

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

O 1 Olhar é uma plataforma colaborativa com mais de 50 colunistas compartilhando o olhar, a opinião de pessoas normais sobre os acontecimentos que nos cercam.

Quer colaborar? Entre em contato