Manifesto para acabar com a sacanagem no Brasil!!!

Sim! Temos a liberdade de expressão e opinião!

Podemos manifestar livremente nossas opiniões e podemos escolher nossas roupas e adornos, cada vez mais carnavalescos,

podemos escolher nossas tatuagens, piercings e outras manifestações estéticas

podemos escolher nossa orientação sexual, bem como alterar nosso gênero, e inovar no prazer

podemos escolher o tipo de alucinógeno a consumir, bem como manifestações expressivas a realizar, tais como atos de vandalismo, resistência ou histeria coletivos

Mas falta acesso simétrico e universal à informação, e igual capacidade de difusão de informação e opinião crítica à população.

Sim! Temos direitos civis, sociais econômicos, e a livre iniciativa!

Podemos escolher as melhores vagas de emprego;

podemos escolher que banco contratar,

podemos escolher em qual fundo aplicar ou negócio investir

podemos escolher em que regime de impostos pagar

Mas, as decisões sobre políticas econômicas e fiscais, emprego e destinação de verbas públicas são tomadas segundo um modelo de desenvolvimento ditado por imperativos sistêmicos do poder econômico e social, por meio de alegações de tecnicismo e sistemas peritos,

Sim! Temos direitos políticos!

Podemos eleger nossos líderes e representantes

podemos fazer manifestações, passeatas, abaixo-assinados e panelaços

podemos participar de mobilizações fluídas e movimentos sociais de resistência

podemos participar de partidos políticos e sindicatos

Mas ao final as decisões sobre são tomadas arbitrariamente, ou por eleitos dentre uma legenda subsumida pelos partidos políticos, e imposta pelo poder econômico, ou por indicados ocupantes de cargos de comissão em agências reguladoras

Não! Já não temos dúvidas de que vivemos num país democrático! Mas falta saber pra quem!

Daí o ressentimento moral de uma população cerceada de seus direitos sociais e políticos essenciais, sobretudo o direito de acesso a ensino público de qualidade, inclusive ao ensino superior, e direito de revogação de mandato político representativo.