Atenção! Qualquer Aplicativo para Saúde Digital tem indicação e contraindicação, como sua medicação.


No artigo anterior abordamos o tema Não estranhe, seu médico ainda lhe prescreverá alguns Aplicativos (Apps) para sua Saúde Digital! e mostramos como se tornará cada vez mais comum que nossos médicos acabem nos recomendando o uso de algum aplicativo para monitorar ou nos auxiliar na manutenção de nossa Saúde.

Como mencionamos, hoje existem mais de 165.000 aplicativos disponíveis voltados para alguma faceta da Saúde (os mHealth Apps), com uma distribuição por temas variados conforme o gráfico abaixo. Os que estão diretamente relacionados a aspectos médicos são menos de 24% do total dos aplicativos, com a maioria concentrada em Exercícios, Bem Estar e Dietas/Nutrição.

Porém, levantamos algumas perguntas: Como saber diferenciar neste vasto universo de mHealth Apps os bons dos ruins? Como podemos nos assegurar que certos wearables de fitness e bem-estar com seus respectivos aplicativos não são um desperdício de dinheiro e que talvez nos façam mais mal do que bem?

Quer perder peso? Melhorar seu condicionamento cardíaco? Baixar a sua pressão arterial? Cerca de 20% dos americanos estão usando alguma forma de wearable de fitness e cerca de 3 milhões são vendidos no Reino Unido a cada ano, justamente pensando que isto os ajudará a ficar mais saudáveis.

MAS... não se anime tão rápido e já vá comprando qualquer wearable para fitness achando que resolveu seu problema de Saúde. Na verdade, alguns especialistas afirmam que podem "fazer mais mal do que bem".

Um dos principa