Resenha do livro AS SETE IRMÃS : A HISTÓRIA DE MAIA - Livro 1 de Lucinda Riley

27.05.2017

 

 

 

 

Em "As sete irmãs", a autora inicia uma saga familiar que nos levará a diversas épocas e a variados recantos do mundo. Gosto muito dos romances dessa escritora irlandesa com suas histórias sempre muito precisas quanto aos conteúdos históricos e geográficos: fica muito claro o quanto ela estuda para incluir essas referencias em seus livros, e nesse volume, por exemplo, temos a oportunidade de conhecer mais sobre a construção e idealização do Cristo Redentor. Isso mesmo, do “nosso” Cristo Redentor, pois parte da história se passa no Rio de Janeiro!

 

Inspirado nas Plêiades, mais conhecida como a constelação das Sete Irmãs, o livro conta a história de Pa Salt, um velejador bilionário e solteiro que vivia viajando pelo mundo cuidando dos seus negócios, mas que sempre voltava para Atlantis, "o castelo de conto de fadas" à beira do Lago Léman, na Suíça, onde só se consegue chegar de barco.  Em algumas de suas viagens ele adotou seis meninas e deu a cada uma delas o nome de uma estrela da sua constelação preferida, no caso "As Sete Irmãs" que será o nome dessa saga: cada uma dessas seis crianças foi adotada num canto do mundo, transformadas em sua família, todas unidas pelo amor e também pelas dúvidas sobre suas origens. Quem cuidava delas e da casa era Marina, a governanta, que foi a mãe que Maia, Alcyone, Asterope, Celeano, Taygete e Electra tiveram. Inicialmente já existe um mistério nessa história, pois a sétima irmã (Merope) jamais chegou à família e até então não existe alguém que possa explicar isso, afinal o livro já começa com a morte de Pa Salt.

 

LEIA TAMBÉM : O perfeccionismo é imperfeito por Nathércia Sena Van Vliet

 

“As Sete Irmãs” na verdade será uma série de livros e cada um será dedicado a uma das filhas de Pa Salt, que deixará com seu advogado, George Hoffman, a função de entregar uma carta e pistas relacionadas ao passado de cada uma, possibilitando que possam ir atrás de suas origens e talvez encontrar repostas relacionadas à família biológica.

 

Esse livro é sobre a filha mais velha do enigmático Pa Salt, Maia D’Aplièse.  Ela é tradutora, fluente em muitas línguas (inclusive no português) e tinha acabado de traduzir para o francês o livro de um escritor brasileiro, Floriano Quintelas pouco antes da morte do pai. De todas as irmãs ela é a única que continuava morando em Atlantis e guardava um grande segredo, só conhecido por Marina. Quando Maia recebe um telefonema de uma pessoa com quem não fala há 14 anos e a quem não quer reencontrar, ela, que estava indecisa se ia ou não em busca de sua origem, decide partir, e seu destino é a Casa das Orquídeas, em Laranjeiras, no Rio de Janeiro, Brasil. Este é um romance que se passa em dois períodos: 2007 (Maia) e 1927 (Izabela Bonifácio, tataravó de Maia).

 

Aqui no Brasil ela mergulha em seu passado e descobre a verdadeira história de amor de seus bisavós, que ocorre em paralelo à construção do Cristo Redentor, um período em que a sociedade se portava de acordo com a moral e os costumes da época e o nome e a riqueza falavam mais alto do que o coração. E quando isto ocorre somos enviados para o Rio de Janeiro no ano de 1927. Esta parte da história é narrada por Izabela, contando de sua vida e como os tempos eram naquela época, como as famílias eram vistas, quando e como o Cristo Redentor foi construído, como eram as relações afetivas naquela época e etc.

 

É um livro que nos leva para duas realidades totalmente distintas, a de uma mulher do século XXI e uma menina do início século XX, que são bem diferentes na personalidade, mas fisicamente muito parecidas. E é interessante como o livro nos mostra passado e presente, vidas distintas se encontrando, romances tanto envolvendo Izabela quanto Maia, porque, é claro que enquanto investiga seus ancestrais ela tem a chance de enfrentar os erros do passado – e, quem sabe, se entregar a um novo amor... É um conto sobre amor e perda: tudo acontece enquanto Maia vai descobrindo que sua vida está ligada a uma comovente e trágica história de amor que teve como cenário a Paris da Belle Époque e a construção do Cristo Redentor no Rio de Janeiro.

 

Há muitas coisas mais que eu poderia contar, mas creio que já escrevi o suficiente para dar uma ideia do que vamos encontrar nesse livro e espero até ter despertado a curiosidade de alguém! Gosto muito das histórias de Lucinda Riley, amei esse livro e agora só me resta ficar ansiosamente esperando pelos próximos da série, ou seja, as histórias das outras irmãs.

 

Quem já conhece a obra dessa autora, com certeza não vai perder esse livro, e quem não conhece vai ter a oportunidade de descobri-la.  Acho que é uma leitura imperdível principalmente para aqueles que gostam de um bom e bem escrito romance!                        
 

LEIA MAIS

Outros livros recomendados:

 

-  Análise do livro NINFEIAS NEGRAS de Michel Bussi por Maria Claudia

-  Crítica do livro Um Mais Um de Jojo Moyes por Maria Claudia

-  Os Cães nunca deixam de amar de Teresa J. Rhyne recomendado por Maria Claudia

-  O Tempo entre Costuras de María Dueñas  recomendado por Maria Claudia

-  Destino La Templanza de María Dueñas recomendado por Maria Claudia

-  A Maleta da Sra. Sinclair de Louise Walters  recomendado por Maria Claudia

-  A Lógica do Cisne Negro de Nassim Nicholas Taleb recomendado por Paulo Gustavo Ganime

- A livraria dos finais felizes de Katarina Bivald recomendado por Maria Claudia

- O Amante Japonês de Isabel Allende recomendado por Maria Claudia

 

Maria Cláudia de Macedo Miranda Marandino

 

Resendense de nascimento e carioca desde os meus três anos, sou professora (aposentada) especializada em alfabetização e pré-escolar. Amo ler pelo simples prazer de ler! Não sou especialista em literatura mas vou colaborar no 1 olhar com o resumo que faço de cada um dos muitos livros que leio na esperança de despertar o leitor que sei que vive dentro de cada um de nós: todos somos leitores, basta que o livro certo nos encontre!

Please reload

 SIGA-NOS AQUI TAMBÉM 
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W
 os mais RECENTes : 

August 6, 2018

August 3, 2018

July 18, 2018

July 11, 2018

Please reload

Please reload

Copyright © 1Olhar 2017- 2020

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon