Ele abriu os meus olhos


Há 13 anos, o meu passatempo preferido em casa era ler e escrever. Na rua costumava jogar xadrez e futebol com os amigos. Gostava de estar cercado de pessoas (hoje sou um lobo solitário), de ver o circo pegando fogo e de ver a rapaziada em polvorosa.

Algumas coisas são inesquecíveis. Lembro que as pessoas não entendiam patavinas do que eu falava. Não que falasse "grego" (mesmo tendo feito Teologia, até hoje nã