Você tem medo de quê?

31.01.2018

 

Segundo o dicionário Aurélio, medo é um “estado emocional resultante da consciência de perigo ou de ameaça, reais, hipotéticos ou imaginários. Ausência de coragem, preocupação com determinado fato ou com determinada possibilidade”.

 

O medo é um sentimento que nos acompanha pela vida e isso não é necessariamente ruim. Todos nós sentimos medo. Ele não é 100% vilão mas também não é o mocinho, ele tem os dois lados. Um lado nos protege do perigo, nos dá um certo limite para não sairmos por ai fazendo tudo o que nos vem à cabeça, nos colocando em situações difíceis e até mesmo de serem revertidas. O outro lado nos aprisiona, nos impede de vivenciarmos coisas maravilhosas e incríveis que poderíamos vivenciar e não o fazemos porque sentimos medo.

 

É o medo de errar, o medo de sofrer, de ficar sozinho, de não ser amado, de fracassar, de perder e até de ganhar, de fazer sucesso, de ser reconhecido. Medo de casar, de construir uma família, de abrir uma empresa, de investir o dinheiro, de comprar uma casa, de falar com a pessoa amada. Mil coisas que acabam nos frustrando, nos trazendo tristeza, nos deprimindo, fazendo pensar que não conseguimos, que não servimos para nada, que não temos talento, que não somos bons o suficiente, que não merecemos.

 

O medo não vai desaparecer de dentro de nós, ele é necessário, porém ele não pode tomar uma dimensão que nos prejudique, que não nos deixe voar, então temos que encontrar uma maneira de convivermos com ele de forma sadia e de modo que ele nos beneficie. Essa maneira é enfrentando-o cara a cara. Esse é o único remédio eficaz que poderemos utilizar.

 

Toda atitude, toda escolha que fazemos tem uma consequência, até o ato de não fazer escolha, não tomar atitude gera uma consequência.

Já que não temos como fugir da consequência, seja ela boa ou não tão boa, então não temos o que perder. Quando acordamos pela manhã temos uma nova chance de fazer tudo diferente ou tudo igual.

 

Quem decide como o dia vai ser ou que tipo de vida será vivida, sou eu e você. Todas as manhãs temos essa oportunidade de escolha.

 

Se você tem um desejo e ele está dentro da sua alma, no seu coração, vá em frente, coloque a cara para bater e arrisque-se. Pessoas para nos colocarem pra baixo, pra dizer que você não é capaz, que não vai dar certo existem aos montes e elas não irão mudar, a mudança tem que vir de cada um de nós, a partir do momento que colocarmos um tampão no ouvido para esse tipo de comentário e seguir em frente.

 

Você acredita em você?

 

Se você vai conseguir com êxito ou não o que você quer, você não sabe, eu não sei, ninguém sabe, mas se você tentar você saberá e isso é libertador. É libertador quando você enfrenta o seu medo.

Esquece o que elas pensam, falam ou fazem para você, isso não é da sua conta.

Da sua conta é o que você pensa, o que você fala e o que você faz para você mesmo.

 

Liberte-se, tenha coragem, você não tem nada a perder.

 

 

LEIA MAIS

Outros Artigos:

As dificuldades de empreender no Brasil por Paulo Ganime

-  Gestão (?) pública por Paulo Ganime

-  Estatais: Elefantes Sedentários? por Paulo Buchsbaum

 O fantasma de Augusto Comte ainda assombra o Brasil por Bruno Rosi

-  Governos não sabem gerir mudanças por Paulo Ganime

 Manifesto para acabar com a sacanagem no Brasil!!! por André Ferraz

 

 

Chris Palma

Relações Públicas

 

Escritora

Idealizadora dos Projetos: Be Happy Delivery e Expandindo a Consciência

Livro Publicado: Be Happy - pela Editora In House - 2013

Email: rp.cris@hotmail.com

Instagram: @crisppalma

https://behappydelivery.wordpress.com/

https://soundcloud.com/chris-palma-331947394

 

Please reload

 SIGA-NOS AQUI TAMBÉM 
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W
 os mais RECENTes : 

August 6, 2018

August 3, 2018

July 18, 2018

July 11, 2018

Please reload

Please reload

Copyright © 1Olhar 2017

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

O 1 Olhar é uma plataforma colaborativa com mais de 50 colunistas compartilhando o olhar, a opinião de pessoas normais sobre os acontecimentos que nos cercam.

Quer colaborar? Entre em contato