Resenha do livro O HOMEM QUE BUSCAVA SUA SOMBRA – DAVID LAGERCRANTZ


Depois de escrever o livro A Garota Na Teia De Aranha, David Lagercrantz dá continuidade à genial série Millennium (Os Homens Que Não Amavam As Mulheres, A Menina Que Brincava Com Fogo e A Rainha Do Castelo De Fogo), de Stieg Larsson, falecido em 2004.Em 2012 David recebeu a incumbência da editora de continuar a série famosa de Stieg.

Na minha opinião, dessa vez o autor não conseguiu manter a magia dos livros originais e nem mesmo do anterior (A Garota Na Teia De Aranha) escrito por ele. Quem leu a trilogia original vai entender que essa poderia ser a história de qualquer garota e não a de Lisbeth Salander, a protagonista que sempre junto com o jornalista Mikael Blomkivst nos levava por um thriller eletrizante e cheio de surpresas como devem ser todos os enredos desse gênero literário. Li em algum lugar que ainda haverá mais um volume, então vamos torcer para que o autor consiga se redimir e traga de novo essa dupla carismática de personagens, coisa que não aconteceu dessa vez. Ficou tudo meio morno, os personagens principais aparecem agora mal construídos e sem muita participação na trama, perderam muito da sua força e carisma ao terem um papel menos importante e talvez até meio irrelevante na história, pareciam meros coadjuvantes. Nada contra os coadjuvantes, mas nessa altura do campeonato, na sequência de uma série como essa, uma dupla desse quilate não pode aparecer de repente de forma tão superficial, isso até apequena a obra original!