Yedda Raynsford Macdonald

Carioca de origem e de alma, paulista por hábito e respeito.

Psicóloga clínica de adolescentes, adultos, casais e família.

Autora do livro: Divagar, Devagar: depressão e criatividade lançado pela editora Appris e co-organizadora do livro "Pescaria Noturna: elaborando criativamente o lado sombrio da personalidade" a ser lançado em 2017 pela mesma editora. Amadora das palavras desde sempre.

05.08.2017

Mil Folhas

(para minha mãe in memoriam)

De seu doce predileto

Aquele que dividimos direto

Saíram mil folhas sobre você em meu diário

Entre linhas de amargura

Sua tímida doçura

Alegria adoçada por melancolia

Percebi-me mais do que nunca sua filha

Mas, foi na sua partida que nos vi entre mil folhas, mil linhas e entrelinh...

27.05.2017

Sabe aquela vaga sensação de vazio, tédio ou de que a vida podia ser mais? Então, pare

e pense: quais são os projetos, hobbies e idéias não realizados? As justificativas para tal

são as mais comuns a todos nós adultos: falta de tempo, problemas, preocupações, preguiça, mas sobretudo, eu arriscaria dizer que somos...

16.04.2017

Eu nada seria

Sem a melancolia

Entre ângulos incertos

Precisão, curvas e retas

Fora de moda essa tal tristeza

Já cansada de rimar com beleza

Tire a roupa

Faça um nude

Ou quem sabe uma selfie mais rude?

Rudimentar e elementar

Menos pose, por favor!

Mais verdade

Seria isso retrô?

Verdade nos dias atuais

Passa a largo das mentir...

28.02.2017

Em tempos de politicamente correto, qualquer piada vira ofensa, qualquer pensamento livre vira processo e qualquer discussão vira briga. Estou exagerando (será?), mas às vezes é preciso colocar uma lupa sobre as atitudes impostas socialmente para que possamos questionar o lado luminoso e sombrio dessas imposiçõe...

29.01.2017

Você sabe a diferença entre individualismo, individualidade e individuação? Já ouvi muitas vezes as pessoas confundindo esses três conceitos, ou melhor reduzindo-os apenas ao individualismo, o que dificulta a percepção da importância da individualidade para o processo de individuação. Por outro lado, o excesso d...

26.12.2016

Embora sejamos educados para viver em sociedade, o que implica, reprimirmos impulsos mais básicos como agressivos e sexuais, desejos escusos, ações contra o outro,somos essencialmente seres incoerentes, duais, feitos de polaridades : bem, mal, vida, morte, amor, ódio, etc. Somos educados para a coerência, linear...

03.12.2016

Meu passado me alcança pelo rádio

Por vozes de Lôs, Flávios e Betos

Por ruas, rios e asfaltos de um clube sem esquina, sem Borges, Venturinis ou Guedes

Sem meios-fios, meias-palavras ou mesmices

Meu passado entorna pelas ladeiras a água de uma ilha outrora existente

E agora sem areias, ondas ou barcos

Sem Therezas, Pe...

28.11.2016

Sabe aquela viagem incrível que você fez para Bahia em um ano com os amigos? E aquela no ano seguinte para os EUA com a sua família? E aquela outra para uma casinha de praia no sul que era para quatro pessoas e dormiram quinze? E aquela para a fazenda dos seus tios queridos com seus primos bagunceiros? Enfim, a...

Please reload

 SIGA-NOS AQUI TAMBÉM 
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W

Copyright © 1Olhar 2017

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

O 1 Olhar é uma plataforma colaborativa com mais de 50 colunistas compartilhando o olhar, a opinião de pessoas normais sobre os acontecimentos que nos cercam.

Quer colaborar? Entre em contato